Crédito, débito ou pré-pago: qual tipo de cartão é melhor?

Você provavelmente já conhece os cartões de crédito e de débito, mas entende qual é o melhor para cada perfil de consumidor? E o cartão pré-pago, você sabe para quem é indicado?

Publicidade

Essa escolha pode parecer sem importância, mas pode fazer muita diferença para as suas finanças. Isso porque, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o cartão de crédito ainda é o que mais causa endividamentos no Brasil.

Publicidade

Quer entender, então, qual a diferença entre cartão de crédito, débito e pré-pago e qual você deve usar? Continue lendo o artigo!

Cartão de crédito

Este é o mais famoso e usado entre os brasileiros. Como o próprio nome já diz, nesta modalidade o cliente recebe uma linha de crédito do banco responsável pela emissão do cartão até um determinado valor, chamado de “limite”.

A grande vantagem dele é o fato de o cliente não precisar ter o dinheiro no momento da compra, já que ele só precisará pagar a fatura do cartão em até 45 dias, dependendo da administradora. Outro ponto positivo é a possibilidade de parcelar as compras e ganhar pontos que podem ser trocados por produtos, milhas e viagens, a depender do modelo de cartão de crédito.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

As desvantagens são que a maioria das operadoras exige análise de crédito e renda mínima para que o consumidor possa pedir o cartão de crédito, além de cobrar anuidade e tarifas para os melhores modelos. Vale lembrar também que os juros para quem não paga as faturas em dia são bem elevados, sendo uns dos mais altos do mercado.

Publicidade
Santander BR

Resumindo:

Vantagens do cartão de crédito

  • Não é necessário ter o dinheiro no momento da compra
  • Possibilidade de parcelar o valor em várias vezes
  • É aceito na maioria dos estabelecimentos físicos e virtuais
  • Alguns modelos contam com programa de pontos, que podem se trocados por produtos, milhas, viagens, entre outros benefícios
  • Hoje em dia, alguns bancos não cobram anuidade, como o Nubanke o Banco Inter

Desvantagens do cartão de crédito

  • Exigência de análise de crédito e renda mínima para solicitá-lo
  • A maioria não está disponível para negativados
  • Limite de compras pode não compensar
  • Os juros do crédito rotativo e do parcelamento da faturasão extremamente altos, o que pode facilmente endividar uma pessoa que não pagar as contas em dia
  • Os melhores modelos, com mais benefícios, costumam cobrar anuidade

Cartão de débito

O cartão de débito é aquele que é vinculado a sua conta bancária, ou seja, quando você faz uma compra, o valor é automaticamente debitado do saldo da sua conta. Isso pode ser bom, já que você paga o que deve na hora e não precisará mais se preocupar com dívidas e juros exorbitantes, como acontece no caso do cartão de crédito.

Porém, para quem precisa fazer uma compra e não está com dinheiro disponível na conta naquele momento, o cartão de débito pode ser um problema. Com ele, não será possível adiar o pagamento do produto ou serviço e nem parcelar o valor.

Uma outra vantagem do cartão de débito é que ele é bem fácil de ser adquirido. Abrindo uma conta poupança ou uma conta digital gratuita, você já poderá solicitar o seu cartão de débito sem custos e sem anuidade.

Resumindo:

Vantagens do cartão de débito

  • Fácil de ser solicitado
  • O pagamento é feito na hora, evitando eventuais atrasos, juros e dívidas do cartão de crédito
  • Não possui limite de gastos (o limite será o saldo da sua conta)
  • Sem custos e sem anuidade
  • É um meio de pagamento mais prático e seguro que o dinheiro

Desvantagens do cartão de débito

  • Você precisa ter uma conta bancária e dinheiro em saldo para efetuar a compra
  • Não é possível fazer parcelamentos
  • São poucos os sites e aplicativos que o aceitam como forma de pagamento
  • Não possui programas de pontos vantajosos como os dos cartões de crédito

Cartão pré-pago

Esta é a modalidade mais recente e menos conhecida dos cartões. O cartão pré-pago funciona de forma parecida com uma recarga de celular. Você recarrega um valor no seu cartão e poderá usar este saldo para fazer as suas compras.

A principal vantagem é que os bancos não exigem análise de crédito, renda mínima e muitas vezes nem conta bancária para que a pessoa solicite o cartão pré-pago. Sendo assim, é o cartão mais fácil de ser adquirido e mesmo quem está negativado pode ter um.

As desvantagens são que eles costumam cobrar uma taxa para emissão, manutenção e recargas e você terá o trabalho de ficar tendo que depositar dinheiro ao saldo do cartão para poder usá-lo. Além disso, também não é possível parcelar compras com um cartão pré-pago.

Resumindo:

Vantagens do cartão pré-pago

  • Não exige análise de crédito, renda mínima e, muitas vezes, nem conta bancária
  • Negativadospodem solicitá-lo
  • Alguns modelos, como o do RecargaPay, oferecem cashback para quem usa
  • O pagamento é feito na hora, evitando eventuais atrasos, juros e dívidas com cartões de crédito
  • É aceito na maioria dos locais físicos (usando na função crédito), sites e aplicativos

Desvantagens do cartão pré-pago

  • Você precisa ter saldo disponível no cartão para poder usá-lo
  • Para ter saldo, será necessário fazer recargas (normalmente por boleto ou transferência bancária)
  • Alguns bancos cobram emissão, taxa de manutenção, taxa por saque ou recarga
  • Não é possível parcelar as compras
  • Não possui programas de pontuação vantajosos como os dos cartões de crédito

Qual é o melhor tipo de cartão?

Se você for uma pessoa com um bom planejamento financeiro, pode ter todos eles. Aliás, hoje em dia, muitos cartões são múltiplos (crédito e débito ao mesmo tempo). Você pode usar o cartão de crédito para quando não estiver com dinheiro disponível em conta ou desejar parcelar o valor, ou ainda para ganhar benefícios com os programas de pontos.

Quando o limite do cartão de crédito estiver estourando ou você tiver saldo disponível e não quiser adiar a dívida, pode pagar na função débito ou com o cartão pré-pago.

Porém, se você não tem o costume de controlar os seus gastos e acaba se complicando ao final do mês, é melhor evitar o cartão de crédito. Isso porque, como vimos, os juros para quem paga as faturas com atraso são muito elevados, e podem facilmente endividar uma pessoa.

Caso você esteja com o nome sujo ou com um Score ruim nos órgãos de proteção ao crédito, uma boa opção é o cartão pré-pago. Com ele, você não precisa sequer de uma conta bancária (necessária para ter um cartão de débito) e poderá fazer compras na maioria dos estabelecimentos, sem faturas e sem risco de se enrolar com juros abusivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.