Conheça 5 vantagens de ter um cartão pré-pago

Você está pensando em adquirir um cartão pré-pago, mas ainda não sabe muito bem o que é e nem conhece as vantagens deste tipo de produto? Calma, este artigo vai te ajudar!

Anúncios

Para começar, é importante saber que ele não é a mesma coisa que um cartão de crédito. Porém, para algumas situações, pode ser bastante útil.

Por isso, vamos apontar as 5 principais vantagens de ter um cartão pré-pago. Confira!

Anúncios

Cartão pré-pago x Cartão de crédito

Apesar de os cartões pré-pagos terem virado moda nos últimos anos, muita gente ainda os confundem com cartões de crédito.  Então, chegou a hora de entender as diferenças entre eles.

Para começar, como o próprio nome já diz, no cartão pré-pago você paga antes de utilizá-lo. Na verdade, ele funciona de forma parecida com os créditos do celular: primeiro você faz uma recarga, depois usa.

Sendo assim, você só vai conseguir fazer uma compra com um cartão pré-pago se tiver dinheiro no saldo da conta vinculada a ele.

Isso quer dizer que, ao contrário dos cartões de crédito, você não conseguirá parcelar as suas compras com um cartão pré-pago, pois o valor será descontado automaticamente do seu saldo.

Anúncios

Por outro lado, enquanto os cartões de crédito possuem limites preestabelecidos pela administradora, nos pré-pagos o seu limite será o valor que estiver disponível na sua conta.

Cartão pré-pago e de débito são a mesma coisa?

Não. Apesar de funcionarem de forma parecida, as maquininhas de cartão aceitam que você passe o cartão pré-pago na função crédito, o que faz com que ele seja aceito em mais lugares.

Neste outro artigo, explicamos com mais detalhes as diferenças entre cartão pré-pago, cartão de crédito e cartão de débito. Vale a pena dar uma lida.

As 5 vantagens dos cartões pré-pagos

É claro que, dependendo da situação, os cartões pré-pagos serão desvantajosos em relação aos de crédito. Porém, neste artigo, iremos focar nas vantagens que este tipo de produto pode trazer ao consumidor. Confira:

  • Negativados podem ter um

Se você está negativado, já deve saber a dificuldade que é para conseguir ser aprovado num cartão de crédito

Isso porque, quando você faz a solicitação, a administradora (geralmente um banco) realizará uma análise de crédito e, caso descubra alguma dívida em seu nome, dificilmente irá aprová-lo, por medo de não receber os pagamentos das faturas.

No caso dos cartões pré-pagos, porém, a análise de crédito não é exigida. O motivo é pelo fato de as compras serem feitas à vista e de o cliente precisar ter dinheiro em saldo para conseguir usar o cartão. 

Dessa forma, a administradora não corre o risco de tomar um calote e, consequentemente, fica muito fácil de ser aprovado.

  • Score baixo não é problema

Pelo mesmo motivo que citamos acima, pessoas que estejam com um Score ruim nos órgãos de proteção ao crédito – como a Serasa, SPC e Boa Vista – também não terão problemas para conseguir um cartão pré-pago.

Como não há análise de crédito, a aprovação geralmente é feita logo após o pedido do cartão, diferente da burocracia comum nos casos de solicitação de cartão de crédito.

  • Você escolhe o limite do cartão pré-pago

Às vezes a pessoa até consegue ser aprovada no cartão de crédito, mas recebe um limite tão baixo que acaba não compensando utilizá-lo.

Esse problema não acontece com os cartões pré-pagos. Isso porque o seu limite será exatamente o valor que você tiver na conta vinculada ao cartão.

Ou seja, se você quiser um limite de R$ 5.000, é só recarregar o mesmo valor no seu saldo e você terá esse crédito disponível para gastar.

Algumas administradoras estabelecem um valor máximo de saldo que você pode ter no seu cartão pré-pago, mas geralmente são valores altos, que não vão dificultar o uso.

  • Ótimos aliados para gestão financeira

Quem nunca acabou gastando mais do que deveria no cartão de crédito e se complicou com os juros abusivos do crédito rotativo e do parcelamento de fatura?

No caso dos cartões pré-pagos, você consegue ter um controle muito maior dos seus gastos. 

Aliás, não há fatura – já que as compras são feitas à vista e os valores descontados diretamente do saldo. Geralmente, também não existe cobrança de anuidade (mas, em alguns casos, você precisará recarregar um valor mínimo por mês).

Por exemplo, se você não quiser gastar mais do que R$ 1.000 por mês, é só depositar este valor mensalmente na conta do seu pré-pago. Quando ele for atingido, você simplesmente não conseguirá mais usá-lo, a menos que faça uma nova recarga.

Só de não correr o risco de atrasar o pagamento da fatura e ter que pagar altos juros por isso já é algo bem positivo para a sua saúde financeira.

  • Boa opção para compras on-line

Se você quiser comprar algo em um site ou aplicativo e não tiver um cartão de crédito, pode ter problemas, já que muitos deles não aceitam cartões de débito.

Porém, tendo um cartão pré-pago, você conseguirá usá-lo na função crédito para pagamentos, o que faz com que ele seja aceito em quase qualquer lugar. 

Aliás, hoje em dia, as principais bandeiras do mercado – Visa, Mastercard e Elo – já possuem opções desse tipo de produto.

Outra dica é usar o cartão pré-pago para assinar serviços como Netflix, Spotify e Uber e poupar o limite do seu cartão de crédito, usando-o para compras mais caras, nas quais você precisará parcelar.

Melhores opções de cartões pré-pagos no mercado

Gostou das vantagens de ter um cartão pré-pago e agora quer saber quais são os melhores?

Aqui no Dinheiro Bem Cuidado, você encontra artigos específicos sobre os principais modelos de cartões pré-pagos disponíveis no mercado, como o do RecargaPay, Bradesco Din, Acesso Card, Alelo e Superdigital.

Para saber mais sobre eles, é só clicar nos nomes acima e você será redirecionado para os respectivos artigos. 

Rolar para cima