Você sabe quando é melhor usar o crédito do que o débito?

Publicidade

Você sabe quando é melhor usar o crédito do que o débito? Ou vice-versa? Neste post traremos dicas para te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de usar o cartão.

A maioria das pessoas sabem a diferença de uso do cartão de crédito e débito. Uma das semelhanças é o mesmo objeto, o cartão, mas escolher entre as duas opções na hora de adquirir algum produto ou serviço vai muito da sua situação financeira e perfil de consumidor e claro, da sua consciência.

Ainda sim, existem situações onde é melhor comprar parcelado do que a vista e outras que a recomendação é pagar logo de uma vez. Além de avaliar o que você precisa, sua situação financeira, seus impulsos, com o que pode arcar você precisa analisar primeiro os benefícios a longo prazo para tomar a decisão.

Publicidade

Isso porque para atrair o cliente, as empresas de cartão de crédito oferecem muito mais benefícios no uso desse limite do que no pagamento á vista. Então, normalmente, essa é uma maneira de usar o cartão de crédito para o bem. Ele é uma ótima fonte de planejamento financeiro, desde que você saiba usar.

Por isso, neste post, vamos trazer algumas situações para te ajudar a pagar produtos e serviços com consciência e ainda ter algumas vantagens com essa escolha.

Quando usar cartão de crédito ou débito?

débito ou crédito
Saiba quando é melhor pagar as suas contas no cartão de crédito ou débito!

Pagar contas mensais: débito

Luz, água, internet, aluguel. Dificilmente será um bom negócio pagar no cartão de crédito. Isso porque esse tipo de pagamento não traz benefícios e ainda pode te enrolar ainda mais lá na frente. Tente sempre elencar suas prioridades orçamentárias. Com dinheiro ou débito, pague primeiro suas contas básicas.

Caso tenha algum problema e corra riscos de ter o serviço suspenso, procure todas as outras alternativas antes de passar no crédito. Isso porque tudo se acumula depois e a quantidade de parcelas para o mês seguinte pode te complicar

Compras caras: crédito

A melhor maneira de utilizar bem o cartão de crédito é: usar plenamente suas funções! Se você não puder juntar dinheiro e precisa de algo com valor alto, não hexite em parcelar a compra, principalmente se esse gasto for te trazer algumas vantagens á longo prazo.

Observe antes de tomar a decisão se a quantidade de parcelas irá te trazer muitas taxas ou juros, neste caso, é melhor não arriscar e juntar o dinheiro. Caso a compra seja benéfica, escolha usar o cartão de crédito, principalmente se é associado a algum programa de pontos.

Publicidade

Gastos com aplicativos: crédito

Uber, Netflix, Amazon Prime, Spotify, entre outros aplicativos ou serviços de streaming podem ser descontados direto no seu cartão de crédito, ainda que ele tenha um limite relativamente baixo. Isso permite que seu cartão seja utilizado com frequência, sem que você tenha muito esforço.

Além de evitar o esquecimento, já que todos cobram como se fosse um débito automático, esses descontos são pequenos e gastos saudáveis (até certo ponto!). Para não ter dor de cabeça e se organizar financeiramente, mantenha tudo para descontar no limite de crédito.

Compras rotineiras: débito

Se você tem o dinheiro, quer ir ao um barzinho, restaurante ou fazer compras pequenas no mercado, não utilize seu cartão de crédito. Sabe aquela história “gastei de R$ 5,00 em R$ 5,00 e no final minha fatura veio R$ 500,00?”. De pouco em pouco, você pode entrar numa cilada financeira sem nem ver e quando precisar de verdade do limite de crédito, ele vai ter sido usado em compras supérfluas.

Em casos como esse, pague com dinheiro ou com o cartão de débito. É mais recomendado resolver logo o problema do que pagar aquele prato que você comeu há dois meses só agora. Muito chato, não é?

No exterior: crédito

Consulte seu banco ou conta digital para saber se eu cartão é internacional e também se oferece benefícios para compras fora do país. Se você viaja muito, já deve ser associado a programa de pontos que se tornam milhas. Nisso, já tem vantagens. As compras internacionais também rotacionam seu limite e várias bandeiras de cartão de crédito oferecem descontos, taxas mais baixas, etc. Pesquise!

Programação financeira: crédito

Parece mentira, mas o cartão de crédito pode ser um grande aliado na sua organização mensal de gastos. Escolha seu limite de crédito e o trate com cautela. Com os benefícios, você transformá-lo num cartão de emergência, por exemplo, ou até para uso quando apenas vantagens são oferecidas. É aí que mora o “pulo do gato”.

Por exemplo: se toda vez que você usa o cartão de crédito os pontos são acumulados, você pode planejar para gastá-lo em algo que pensa há muito tempo. Já se você é ainda mais cuidadoso e só usa em extrema necessidade, terá sempre uma espécie de reserva de emergência que não vai explodir seu orçamento mensal.

Então, na ponta do lápis, conte com o cartão de crédito para algumas situações, não como uma renda a mais. A organização, á longo prazo, vai até mesmo te retornar gastos em benefícios, se você se planejar bem.

No fim das contas, a nossa lista trouxe mais dicas para escolher o cartão de crédito ao invés do débito. Isso porque o cartão de crédito pode ser um dos melhores amigos de um orçamento financeiro, desde que o usuário não extrapole. O cartão de débito é como dinheiro vivo, mas com mais segurança e rapidez já que não existe troco ou algo do tipo.

Ainda sim, usar o cartão de crédito traz um respiro que o débito jamais dará. Você gasta, parcela, pode utilizar pontos ou outros benefícios e pagar quando bem entender. Em alguns casos, sem juros nenhum e sem sair do orçamento mensal. Então, antes de deixar uma grande quantia em dinheiro que pode te fazer falta, pense bem!

Claro que todas essas dicas não servem de nada se não houver planejamento e uma certa ponderação nas decisões. Então pesquise, analise e saiba que no fim a conta sempre vem! Seja em forma de fatura de cartão de crédito ou faltando dinheiro no fechamento dos meses.

1 comentário em “Você sabe quando é melhor usar o crédito do que o débito?”

Deixe um comentário