Auxílio Gás: saiba se você tem direito!

O programa para famílias de baixa renda contribui para a alimentação dos brasileiros. Veja detalhes!

Anúncios

O antigo Vale-Gás, criado em 2001 mudou de nome e se tornou o Auxílio Gás. O valor é destino para pessoas em baixa renda que não conseguem comprar um botijão de 13kg, destinado a brasileiros que se encaixam em alguns critérios, entre eles, o cadastro ativo no Cadastro Único.

Além das famílias de baixa renda, o Auxílio Gás também é destinado a famílias que possuem em sua composição mulheres em situação de violência, com medida protetiva ativa. Assim, é preciso sempre deixar o CadÚnico atualizado para o valor não ser bloqueado automaticamente

Para você descobrir se tem direito ao Auxílio Gás, fiquem conosco neste artigo. Vamos detalhes sobre o benefício, e você saberá se tem direito e como solicitar o Auxílio Gás. Acompanhe as informações!

Auxílio Gás: o que é?

Este auxílio foi aprovado na Câmara dos Deputados no ano passado e o valor foi baseado no valor médio do gás nas principais cidades brasileiras. Pouco tempo após a aprovação, o benefício começou a ser pago na conta Caixa Tem dos beneficiários aprovados.

________________
________________

Cada usuário recebe 50% do valor médio do botijão em dinheiro para custear o gás, com esse benefício mensalmente. Há um calendário de pagamento, que assim como outros, é baseado no final do número do NIS.

Quem tem direito?

Famílias de baixa renda e mulheres em situação de violência tem direito ao Auxílio Gás, mas existem alguns critérios a serem cumpridos para efetivamente receber esse dinheiro, então, acompanhe os detalhes:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único que possuem renda familiar mensal igual ou menor a meio salário-mínimo por pessoa, incluindo famílias que recebem benefícios de programas do governo
  • Famílias que possuam membro com benefício de prestação continuada na assistência social, inscritas ou não no CadÚnico

Acompanhe também os critérios para receber o Auxílio Gás:

I – Famílias com registro do CadÚnico que tenha sido atualizado nos últimos dois anos

II – Famílias com menor renda por pessoa; 

III – Famílias com maior quantidade de pessoas; 

IV – Famílias que recebem benefício do Programa Auxílio Brasil; 

V – Famílias com cadastro qualificado pelo gestor por meio do uso dos dados da averiguação, quando disponíveis. 

Como minha família pode receber o benefício?

O critério principal é estar cadastrado(a) no CadÚnico, mas esse cadastro não garante o acesso imediato ao Auxílio Gás ou a outro qualquer benefício, ou seja, é preciso se encaixar em outros critérios.

Se acaso você não possui cadastro no CadÚnico, é preciso procurar um dos Centros de Referência e Assistência Social da sua cidade, ou, CRAS. É lá que os cadastros são feitos através da avaliação das equipes e envio de documentos, como CPF, comprovante de renda, entre outros.

Quando há a aprovação do benefício, o dinheiro cai na sua conta Caixa ou na Caixa Tem, a conta criada para movimentação de diversos auxílios criados pelo Governo Federal.

Como o valor é calculado?

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis divulga até o décimo dia útil do mês o valor médio dos últimos seis meses do preço nacional do botijão de 13kg. Em junho, por exemplo, o valor depositado chegou a R$ 53,00 e naquele mês, mais de 5 milhões de famílias receberam o benefício. No mês de abril o valor foi mais baixo, de R$ 51,00

Esse cálculo é sempre de 50% do valor médio do preço do gás, e receber outros benefícios não trazem impedimento para conseguir acessar o Auxílio Gás. Além disso, manter o cadastro atualizado é ideal para não perder o valor pelos próximos pagamentos. Por isso, não ignore o CadÚnico.

Auxílio Gás: o valor subiu

Como citamos acima, nos últimos meses o valor era metade do custo total de um gás de cozinha comum. O pagamento do valor integral, de R$ 110,00 começou no início de agosto e possui um calendário em curso até o mês de dezembro.

Segundo o Governo Federal, o valor integral será pago nos meses de agosto, outubro e dezembro, mas em janeiro de 2021 o antigo valor é retomado, ou seja, até 50% do custo integral do botijão. O aumento ocorreu durante a PEC Kamikaze, um pacote pré-eleitoral aprovado pela Câmara a pedido do Governo Federal.

Calendário do Auxílio Gás

Os pagamentos são feitos em meses pares, com as datas das parcelas do Auxílio Brasil. Sempre baseada no Número de Identificação Social (NIS). Os beneficiários precisam ficar de olho nas datas dos meses de agosto, outubro e dezembro

09/ago – Nº 1

10/ago – Nº 2

11/ago – Nº 3

12/ago – Nº 4

15/ago – Nº 5

16/ago – Nº 6

17/ago – Nº 7

18/ago – Nº 8

19/ago – Nº 9

22/ago – Nº 0

Os calendários dos próximos meses ainda não foi divulgado, mas existem grandes chances de serem parecidos com o de agosto, por exemplo. O Auxílio Gás pode ser sacado em lotéricas, sendo preciso sacar até 120 dias após o depósito, se não, o dinheiro pode ser perdido. Acesse sua conta Caixa Tem ou vá direito a uma lotérica, ou agência da Caixa.

Qual a duração do Auxílio?

Segundo o Governo Federal, o Auxílio Gás nesses moldes irá durar cinco anos, ou seja, até o fim de 2026, mas somente com o pagamento da metade do valor do botijão de 13 quilos. Para que você tenha direito até lá, continua atualizando seus cadastros no CadÚnico.

Se acaso a renda aumentar, principalmente por parte de membros da família, é preciso informar o CRAS da sua região, já que assim, você perde o direito de receber o dinheiro

Fonte: Agência Brasil

O Auxílio Gás está disponível e possui valores variáveis, ainda, sim, é preciso que quem tenha direito procure pelos cadastros e saiba que não perderá outros benefícios caso se encaixe nesse. Se o seu auxílio não for aprovado, por exemplo, é possível contestar. Se acaso tiver dúvidas, entre em contato no telefone 0800 726 0207 e saiba os motivos da não aprovação.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo