Estados Unidos deve guiar a economia mundial ultrapassando China

Os indicadores das atividades econômica dos Estados Unidos vêm surpreendendo os analistas no mês de abril que alguns passaram a especular que o PIB americano em 2021 poderá se tornar maior que a China.

Anúncios

Varejo é movimentado por auxílio de US$ 1.400

Na semana passada, as vendas no varejo americano deram um salto de 9,8% em março se comparado ao mês de fevereiro.

Para se ter uma ideia do tamanho desse desempenho, o resultado conseguiu superar o consenso das estimativas dos analistas com impressionantes 3,7 pontos percentuais.

Anúncios

O aumento das vendas no varejo foi um reflexo do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhões que foram aprovados pelo Congresso, incluindo cheques de US$ 1.400 para os cidadãos que foram enviados no mês passando.

Anúncios

Esse passo ajudou os Estados Unidos a gerar uma tenda de 300 bilhões apenas no mês de março.

Outros resultados que chamaram a atenção foi a redução no número de pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos na semana que encerrou em 10 de abril.

As solicitações caíram cerca de 193 mil, para 576 mil, enquanto os analistas esperavam que o total somasse em 710 mil.

Anúncios
Anúncios

Essa foi a semana que o menor número de pedidos de auxílio desemprego desde o início da pandemia de covid-19.

Outros fatores que impulsionam a economia dos Estados Unidos

Além da injeção fiscal, a retomada que deu a economia americana mais poder vem sendo impulsionada por outros dois fatores:

  • Avanço da vacinação contra a covid-19;
  • Estimulo monetário do Federal Reserve (Fed).

A partir do avanço das vacinas, foi possível permitir o relaxamento das medidas de restrição de movimentação e com o estímulo do Fed, controlar os juros básicos até 2023.

Além disso, o presidente Joe Biden estaria negociando com o Congresso a aprovação de um pacote de investimentos de US$ 2 trilhões ao longo dos próximos oito anos.

Assim, sem sombra de dúvida o mercado tem razão de sobra para ficar otimista diante do crescimento dos Estados Unidos.

Recentes estimativas levam os Estados Unidos a expansão do PIB

Em dezembro de 2020, o consenso das projeções realizadas pelo The Wall Street Journal apontou um crescimento de 3,7% no ano de 2021.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Entretanto, no recente levantamento, no dia 11 de abril, esse consenso era de uma expansão do PIB de 6,4% neste ano.

Entre os mais otimistas esta o banco Morgan Stanley, que prevê uma alta de 8,1% do PIB americano em 2021.

Não podemos esquecer que a China tem como uma meta de crescimento em 2021 acima de 6%.

Números do Brasil são outros

Os números não poderiam ser mais diferentes se comparados ao Brasil.

Na última pesquisa realizada pela Focus de 2020, a media das estimativas para o PIB brasileiro apontou um crescimento de 3,49%.

Em uma pesquisa mais recente o consenso chegou em 3,04%.

A revisão abaixo é resultado da disparada de mortes e nos casos de covid-19 por todo o país.

Além disso, houve uma piora significativa dos investidores em relação a trajetória fiscal que o Brasil está caminhando.

Outros itens que vem estimulando esse número negativo é a lenta vacinação contra o vírus.

Enquanto mais de 210 milhões de doses de vacina já foram aplicadas nos Estados Unidos, pouco mais de 27 milhões de pessoas receberam a primeira dose no Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima