Portal de Economia e Finanças

Já pensou em se tornar empreendedor? Descubra como funciona o MEI!

0

Muitas pessoas sonham em empreender, mas não sabem por onde começar, o MEI é uma ótima opção para quem está no início.

Publicidade

Além de possuir diversos benefícios, o empreendedor(a) se torna formalizado e pode gerar notas fiscais, contribuir com aposentadoria e muito mais!

Publicidade

É realmente uma forma benéfica de abrir uma empresa e crescer aos poucos!

Portanto, descubra todas as dicas de como empreender como o MEI e comece ainda hoje o negócio dos seus sonhos!

O que é o MEI?

MEI

Primeiramente, MEI significa Microempreendedor Individual, é a classificação de empreendedores que estão iniciando um negócio e não possuem muitos rendimentos.

Criada pela Lei Complementar nº 128, de 2008, a categoria de Microempreendedor Individual (MEI) é a que abriga, como pessoa jurídica, a pessoa que trabalha por conta própria e resolve se formalizar enquanto pequeno empresário.

Publicidade

Sendo assim, para se tornar um MEI o profissional precisa faturar no máximo R$ 81.000,00 por ano.

Ou seja, se ultrapassar esse valor o profissional não é considerado mais um microempreendedor, mas sim um empreendedor e deve seguir outras burocracias.

Publicidade

Ao se enquadrar no perfil Simples Nacional, o MEI não precisa contribuir com diversos impostos e taxas, como: PIS, COFINS, IMPOSTO DE RENDAS, etc.

Além disso, é preciso pagar uma taxa de R$ 57,00 mensal para o DAS, esse valor refere-se a contribuição para o INSS no microempreendedor.

Como posso me tornar um MEI?

Se você já sabe com o que deseja trabalhar e já tem um planejamento de como começar, o próximo passo é se formalizar, ou seja, abrir um MEI.

Para isso é preciso seguir alguns passos, confira a seguir:

Publicidade
  • Acesse o Portal do Empreendedor;
  • Clique na opção Empreendedor;
  • Abra um MEI;
  • Preencha todos os dados com atenção;
  • Em poucos minutos você já terá o seu CNPJ.

Bem simples, não é mesmo?

Com o seu número de CNPJ é possível emitir notas fiscais, formalizar o seu negócio e fazer parcerias.

Quais são os principais benefícios de se tornar um Microempreendor?

Antes de tudo, pense de abrir o seu próprio negócio dentro da lei, ser um microempreendedor individual também possibilita que você tenha alguns benefícios:

  • Salário-maternidade – Para isso é necessário possuir no mínimo 10 meses de contribuição.;
  • Auxílio-doença – Após 12 meses de contribuição
  • Auxílio-Reclusão – Benefício disponibilizado após 24 meses de contribuição;
  • Pensão por morte – Disponível após 24 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez – Após 12 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por idade – 180 meses de contribuição.

Esses são os principais direitos garantidos ao microempreendedor individual.

Portanto, faça o seu planejamento e organize todo o seu negócio, mesmo que seja um negócio pequeno e formalize a sua empresa.

Dessa forma, será possível desfrutar de diversos benefícios e criar parcerias para que o seu negócio possa crescer ainda mais!

Realmente vale a pena!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.