Parcelar multas: Aprenda como pagar em até 12 vezes!

Publicidade

As multas fazem parte da vida de praticamente todos os motoristas, então poder parcelar é uma grande vantagem, principalmente para aqueles que tem sua maneira de subsistência.

Grande parte dos motoristas brasileiros levam multas por conta da utilização do celular enquanto estão no volante, algo que poderia ser facilmente evitado ao conectar o celular com o sistema de voz.

Publicidade

Se você costuma ser multado e deseja saber como pagar as suas multas parceladas, continue lendo esse texto!

Aprenda como parcelar as suas multas de trânsito!

parcelar multas
Sabia que é possível parcelar as multas de trânsito? Aprenda como!

Embora a maior parte das multas tenham o valor de R$ 293,47, existem aquelas multas que o valor é muito maior por conta da gravidade da situação, são as chamadas multas agravadas.

Publicidade

Conheça os valores das multas e parcelas

Para que você consiga realizar o parcelamento da infração é necessário ter o valor mínimo de R$ 130,16. Os valores que você irá encontrar abaixo são sem qualquer acréscimo de juros, pois existe uma grande variação entre todos os Detran do Brasil:

Valor da multa 2x 4x 8x 12x
R$ 88,38 Não parcela
R$ 130,16 R$ 65,08 Não parcela
R$ 195,23 R$ 97,62 Não parcela
R$ 293,47 R$ 146,74 R$ 73,37 Não parcela
R$ 880,41 R$ 440,21 R$ 220,11 R$ 110,06 R$ 73,37
R$ 1.467,35 R$ 733,68 R$ 366,84 R$ 183,42 R$ 122,28
R$ 2.934,70 R$ 1.467,35 R$ 733,68 R$ 366,84 R$ 244,56

A opção de parcelar multas é muito útil para todos os motoristas, principalmente para aquelas pessoas que recebem gravíssimas, a qual o valor é maior de 1000 reais, embora seja uma boa opção o parcelamento, eventuais taxas devem ser levadas em consideração pelo infrator.

Como solicitar o parcelamento das multas?

Como o Detran é um órgão que está sob responsabilidade de cada estado, cada um possui seu próprio sistema de parcelamento, tendo a possibilidade de nem existir a opção de parcelar.

Publicidade

Então é necessário que você vá até uma agência do Detran do seu estado para que você descubra se a região em que você mora oferece o parcelamento, se você preferir é possível ver se está disponível através do site oficial.

Essa é uma opção tão variada que existem estados que cobram taxas pelo parcelamento, outros são mais flexíveis e não realizam a cobrança, já outros sequer possuem a possibilidade de parcelar.

Como parcelar multas em São Paulo

Desde 2018 o estado de São Paulo tem um programa chamado “Programa de Parcelamento de Multas”, popularmente conhecido como PPM, através dele é possível parcelar multas de forma fácil e descomplicada, apenas utilizando a internet.

Publicidade

Para aderir a esse programada é necessário ter uma senha web desbloqueada e ser dono do veículo em questão.

Se você não possui uma senha, é necessário acessar o site PPM/SP e clicar em “Esqueci minha senha” (caso você já tenha se cadastrado alguma vez) ou em “Não sou cadastrado” para logo em seguida ser orientado pela própria página.

Depois que você conseguir realizar o seu login, vão ser listadas todas as multas que estão disponíveis para pagamento, caso não exista nenhuma existe a pssibilidade de incluí-las de maneira manual, podendo ser pelo CPF ou CNPJ ou pelo AIT (Auto de Infração de Trânsito).

Então o sistema encontrará as multas que estão disponíveis para parcelamento e você poderá realizar a simulação de quanto ficará cada parcela, fique atento, pois São Paulo cobra juros pelo parcelamento.

Quando você encontrar uma opção válida para o seu bolso, basta clicar em “Avançar” e ler o termo de adesão com atenção, logo em seguida clique em “Eu concordo com os termos”, então você só deverá seguir o processo até formalizar a ação.

Qual a vantagem para o Detran de parcelar as multas?

A opção de parcelar a sua multa é algo relativamente novo e por esse motivo existe tanta variação de estado para estado. Saiba que essa opção surgiu como uma maneira de estimular os infratores a pagarem as suas infrações, dessa maneira aumentando as arrecadações.

Essa é uma medida muito benéfica para os dois lados, pois o estado começará a receber valores que não receberia sem o parcelamento e os motoristas conseguem se manter legalizados, sem ter que comprometer de maneira significativa seu orçamento.

Como já foi dito anteriormente, fique de olho na cobrança de juros que pode vir embutida nas parcelas, pois dependendo da taxa será um valor muito alto e talvez, valha mais a pena não parcelar por um longo período de tempo.

O que acontece se realizar o pagamento só da primeira parcela?

Existem muitos motoristas que querem dar uma de espertinhos e apenas realizam o pagamento da primeira parcela, para que assim a infração tenha dado baixa. No entanto, o Detran já tinha pensando nisso e as multas só recebem baixa após quitar todas as parcelas.

Ou seja, enquanto você não tiver realizado o pagamento de todas as parcelas a multa será classificada como “em pagamento”, ao invés de paga, então se você pagar apenas uma parcela a multa continuará ativa.

Essa questão do parcelamento também vale para tributos, licenciamento e outras burocracias, então o não pagamento das parcelas só resultará em multas e juros adicionais, fazendo com que o valor seja ainda mais elevado.

Fique muito atento antes de querer dar uma de esperto para cima desses órgãos, pois se você está precisando pagar multas é porque não cumpriu as leis de maneira correta, então um ato de má fé não auxilia em nada a sua imagem.

O que acontece quando terminar de pagar as parcelas da multa?

Depois que você terminar de pagar todas as parcelas da sua multa, ela terá até 30 dias corridos para ser dada como baixa, você poderá confirmar essa possibilidade através da consulta do seu Renach ou a documentação do veículo.

Se dentro do período de 30 dias a multa não estiver marcada como “paga”, ou você precisar realizar a transferência do veículo antes do final das parcelas, saiba que a única opção é você ir até uma agência próxima com os seus documentos, juntamente com os comprovantes de pagamento de cada uma das parcelas.

Esperamos que esse texto tenha sido útil para você, compartilhe com seus amigos para que eles também saibam como parcelar multas de trânsito. Além disso, se você já conseguiu parcelar alguma, conte para gente como foi a sua experiência.

Quer mais conteúdo? 

Deixe um comentário