Primeira fase do cadastro positivo aberta desde o dia 11

Ao contrário do cadastro negativo, que mostra uma lista de inadimplentes,ou seja,  o cadastro positivo é um grande banco com dados de consumidores que pagam as contas em dia ,ou seja,  melhor dizendo “lista dos bons pagadores”. Em vigor desde 2013, o sistema ainda é pouco conhecido pelos brasileiros, no entanto, essa realidade pode mudar a partir desse ano.

Anúncios

Desde o sábado (11) foi aberta a primeira fase do cadastro positivo – onde bancos, comerciantes e credoras, poderão consultar a situação bancária de consumidores que estão longe do vermelho, mas a ideia é que essas pessoas sejam beneficiadas com melhores opções de juros e créditos.

Cerca de 120 milhões de brasileiros, com status favorável nas cinco principais instituições bancárias do país (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander), foram incluídos automaticamente no banco de dados do programa, e estão sendo notificados por carta, e-mail e até SMS.

Contudo, á medida que as notificações chegam para os consumidores, estes poderão consultar suas notas e o histórico financeiro nos sites Boa Vista, Quod, Serasa e SPC – além de decidir se entram (opt-in) de vez, ou pedem para sair (opt-out).

 

LEIA MAIS:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
CARTÃO DA CAIXA
 
CARTÃO DE CRÉDITO NUBANK
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
             

O lucro da Serasa

 

Primeira-fase-do- cadastro-positivo
Primeira-fase-do- cadastro-positivo

 

Segundo relatório do Morgan Stanley, a estimativa é que o cadastro positivo movimente a receita da Serasa Experian em torno de R$ 5 bilhões, ao longo dos próximos dez anos.

Portanto, a principal estratégia para atrair consumidores a solicitarem crédito às instituições é crescimento do PIB , queda nos juros do crédito pessoal,ou seja,  segundo especialistas.

Qual a utilidade do Cadastro Positivo?

O cadastro positivo serve como referência para varejistas e credores (bancos ou financeiras) identificarem quem são os bons pagadores que buscam crédito. De posse dessas informações, o objetivo é que eles consigam separar quem atrasa as contas de quem paga os boletos em dia e, assim, decidir para quem vão emprestar dinheiro. Quando o risco de calotes é mais baixo, eles podem cobrar juros menores do consumidor.

O que tem no Cadastro Positivo?

Não está claro como as empresas obtêm estes dados, mas sabe-se que lá está o histórico de pagamentos de todas as dívidas, desde faturas de cartão de crédito, contas de luz e telefone, internet, empréstimos e financiamentos. Esse cadastro traz a data do início da dívida, o valor das prestações com as referidas datas de vencimento, e a constatação de que a dívida foi paga.

Entenda o seu score de crédito

Se você planeja pedir um empréstimo, deverá ficar atento à sua situação no cadastro positivo, isso porque as empresas se utilizam da nota para decidir se liberam dinheiro ao consumidor. A análise é dividida em três níveis, sendo eles: alto (0 a 301), médio (301 a 700) e baixo (701 a 1000).

Mas aí vem a pergunta: o que influencia o score (pontuação)? Basicamente cinco itens, sendo eles: I. Estar no cadastro positivo II. Pagar as contas em dia III. Limpar o nome IV. Relacionamento financeiro com empresas V. Ter os dados cadastrais atualizados.

Quais informações poderão ser consultadas na primeira fase

  • Nota de crédito (score), utilizada pelas empresas para avaliar a capacidade de pagar o empréstimo;
  • Índice de pontualidade de pagamento (quantidade de contas quitadas, vencidas ou canceladas);
  • Índice de comportamento de gastos (principais gastos categorizados por tipo de crédito, como cartão, empréstimos, financiamentos, contas de consumo e outros);
  • Quantidade de consultas que o CPF do consumidor tem, categorizada por segmento de empresas;
  • Histórico consolidado de compromissos assumidos (que inclui valores e datas de pagamento de faturas de cartão de crédito, crediário, financiamentos e empréstimos, por exemplo), desde que tenha havido consentimento do consumidor.

 

Não é liberado para consulta

  • As informações sobre saldo em conta corrente e/ou investimentos;
  • O nome da instituição na qual ele pediu empréstimo;
  • Os bens que o consumidor adquiriu;

Tais informações não devem ser enviadas nem mesmo aos gestores do banco de dados *

Birôs de crédito

Não gostou da exposição e gostaria de tirar seus dados do banco? Basta solicitar a exclusão a qualquer momento, e gratuitamente, através dos contatos abaixo. E se porventura quiser voltar a fazer parte do cadastro positivo, a reinclusão no sistema é possível também.

  • Boa Vista: 3003-0101 ou www.consumidorpositivo.com.br
  • Serasa Experian: 0800 776 6606 ou www.serasaconsumidor.com.br
  • SPC Brasil: 0800-887-9105 ou https://www.spcbrasil.org.br
  • Quod: 3003-7863 ou https://www.quod.com.br

 

Rolar para cima