Portabilidade de crédito: livre-se dos juros abusivos do seu empréstimo

Quando se está cheio de dívidas para pagar, é muito comum que as pessoas recorram aos empréstimos. Hoje em dia,  a portabilidade de bancos e financeiras oferecem o serviço, mesmo para quem está negativado, principalmente na forma consignada.

Anúncios

Porém, é sempre bom pensar muito bem antes de fazer um empréstimo. Afinal, são mais juros que você terá de pagar. Por outro lado, se os juros do empréstimo forem menores que os de uma dívida que você tem com o cartão de crédito, por exemplo, pode compensar. Neste outro artigo, ajudamos você a decidir quando vale ou não a pena (clique aqui para ler).

Na pressa para conseguir o dinheiro, muitos acabam persuadidos pela conversa de um gerente e fecham o empréstimo sem se atentar às condições de pagamento. Mas você sabia que pode transferir essa operação para outro banco e pagar menos juros? Conheça agora a Portabilidade de Crédito.

Anúncios

O QUE É A PORTABILIDADE DE CRÉDITO?

 

Anúncios
Portabilidade-credito
Portabilidade-credito

 

Basicamente, você transfere a sua dívida de empréstimo para outro banco, caso não esteja satisfeito com o atendimento ou com as taxas de juros daquele em que você realizou a operação. A portabilidade pode ser solicitada a qualquer momento.

DO QUE EU PRECISO PARA FAZER A PORTABILIDADE?

 – Simule o mesmo empréstimo em outras instituições financeiras que ofereçam o serviço e escolha a que tiver o menor Custo Efetivo Total (juros + taxas + encargos + tributos + seguros). Qualidade de atendimento e confiabilidade também devem ser levados em conta.

Anúncios
Anúncios

 – Solicite ao banco em que você fez originalmente o empréstimo as seguintes informações:

  • Número do contrato;
  • Saldo devedor atualizado;
  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor;
  • Sistema de pagamento;
  • Modalidade de crédito;
  • Taxa de juros anual (nominal e efetiva);
  • Valor de cada prestação, especificando o valor do principal e dos encargos;
  • Prazo total e remanescente;
  • Data do último vencimento da operação.

O banco original é obrigado a lhe oferecer essas informações em até um dia útil.

 – Leve as informações para a nova instituição financeira e negocie o novo CET (Custo Efetivo Total) para o saldo devedor do seu empréstimo.

 – Depois de acertadas as condições mais favoráveis com o novo banco, vá até o primeiro banco e faça o pedido da portabilidade. Eles serão obrigados a aceitar a solicitação, mas podem apresentar uma contraproposta para que você aceite ou não manter a operação com eles.

 – Caso você mesmo assim opte pela portabilidade, o novo banco deverá ser avisado e arcará com os custos necessários para a transferência da dívida.

CONCLUSÃO

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Na hora de limpar o seu nome, o empréstimo consignado pode ser uma alternativa, desde que não comprometa a sua renda.

Quando feito por impulso, sem observar os custos totais envolvidos na operação, é importante saber que você não fica preso ao banco e que há a ótima opção de fazer a Portabilidade de Crédito para outra instituição financeira, aproveitando condições mais vantajosas para quitar a sua dívida.

 

 

Anúncios

2 comentários em “Portabilidade de crédito: livre-se dos juros abusivos do seu empréstimo”

  1. Pingback: A dívida realmente some depois de 5 anos? | Dinheiro Bem Cuidado

  2. Pingback: Cartão de crédito Carrefour – Conheça agora | Dinheiro Bem Cuidado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima