Dólar opera em alta, mas caminha para uma queda na semana

O dólar opera em alta nesta sexta-feira, dia 30, entretanto, eles caminham para fechar o mês de abril com uma queda de quase 5%.

Anúncios

Na quinta-feira, por sua vez, o dólar fechou em queda de 0,41%, a R$ 5,337, o menor patamar de fechamento desde 26 de janeiro, R$ 5,325.

Analisando a parcial do mês, a queda acumulada é de 5,16%.

Anúncios

Com a valorização mais recente do real nas últimas sessões, a moeda brasileira conseguiu reduzir as perdas do ano para 2,89%.

Anúncios

Cenário que movimentam o dólar opera em alta

O dólar conseguiu ampliar as suas perdas durante a semana depois que o Federal Reserve, o Banco Central dos Estados Unidos, indicou que não estavam com pressa para conseguir reduzir os estímulos em curso e adotados em 2020 para poder proteger a economia dos efeitos que a pandemia traria, o que reduziu assim os rendimentos dos títulos do Tesouro.

Pensado na prática, o dinheiro barato nos Estados Unidos significa uma maior liquidez que pode migrar para os países como o Brasil.

Isso significa que pode aumentar a oferta de dólar por aqui, abaixando assim o preço da moeda.

Anúncios
Anúncios

Já o exterior, os dados conseguiram mostrar que o crescimento da atividade industrial da China desacelerou e ficou bem abaixo das expectativas em abril.

Na Europa, por sua vez, a economia da zona do euro caiu cerca de 0,6%, no 1º trimestre de 2021, entrando então novamente para a recessão técnica.

Dólar opera em altaCenários em território nacional

Na agenda de indicadores, o IBGE divulgou hoje mais cedo que o desemprego acabou subindo para 14,4% no trimestre que foi encerrado em fevereiro, atingindo então um recorde de 14,4 milhões de pessoas.

Pensando na cena política, os desdobramentos criados pela CPI da Covid permanecem como ponto de atenção, uma vez que os investidores estão temendo possíveis impactos políticos da investigação sobre o andamento da reforma tributária.

Se você deseja saber mais sobre a reforma tributária, ontem falamos quais são os caminhos prováveis que ela tomara, dê uma olhada clicando aqui.

Na quinta-feira, por sua vez, o Brasil atingiu a marca de 400 mil mortos pelo coronavirus.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Apesar de queda nas taxas de morte no momento, depois de endurecimento nas medidas de restrição, abril foi o mês mais letal desde o início da pandemia e teve mais de duas mil vítimas por dia.

Wall Street está animado com desempenho dos Estados Unidos

Em meio a recuperação da economia dos Estados Unidos, que tem refletido muito bem nos lucros corporativos, os investidores estão recebendo muitos motivos para o otimismo adicional.

Alguns dos motivos que estão alegrando os economistas são:

  • Planos dos novos estímulos fiscais do governo de Joe Biden;
  • Paciência do Fed que não pretende remover sua acomodação política tão cedo.

O S&P 500 terminou essa quinta-feira em alta de 0,68% a 4.211 pontos, em uma nova máxima histórica de fechamento enquanto o Dow Jones teve um ganho de 0,71% a 34.060 pontos.

Já o Nasdaq conseguiu subir 0,22% a 14.082 pontos. Na Europa, o Stoxx 600 recuou 0,26%.

Entretanto, a recuperação que está em andamento ainda não é o suficiente para a administração democrata, que relevou planos para poder lançar um novo pacote de gastos no valor de US$ 1,8 trilhão na noite de quarta-feira.

Essa combinação de eventos dá força à tomada de risco pelos participantes do mercado, onde diante desse ambiente é difícil ficar pessimista.

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima