PIX: Como usar a nova ferramenta com segurança?

Ativo há alguns dias, o PIX aparece com vantagens; mas é preciso ficar de olho

Anúncios

Quantas vezes deixamos de fazer uma transação por causa das altas taxas impostas pelos bancos? Até mesmo preferimos sacar e depositar o dinheiro, por exemplo, para não sofrer cobranças que superam os dez reais em alguns casos Muita gente esperava por uma solução que tornasse essas transações mais rápidas e baratas.

Com o anúncio do PIX pelo banco central, muitos ficaram esperançosos com as possibilidades trazidas: dinheiro transferido em segundos, além do gasto menor com a conta. Ainda sim, muita gente vai utilizar o momento para aplicar golpes e te fazer acreditar em vantagens mirabolantes.

Separamos algumas maneiras de você utilizar o PIX sem ter problemas com a segurança de seus aplicativos bancários e contas em geral. Continue conosco e veja de que forma usar o PIX sem se tornar uma nova dor de cabeça acoplada a sua conta.

O que é o PIX?

Pix
Saiba tudo sobre o pix!

O Sistema PIX é uma nova maneira de pagamento instantâneo criada pelo banco central ao lado do TED e DOC. Com o cadastro das chaves, é possível fazer transferências para bancos diferentes em poucos segundos e sem taxas. Cadastre várias chaves ao mesmo tempo em bancos diferentes para facilitar as transações.

Como garantir a segurança ao usar o PIX?

Uma ferramenta nova sempre atrai golpistas e pessoas que vão tentar utilizar o nome para passar pessoas para trás. Por isso, algumas atitudes simples vão garantir a sua segurança na hora de usar o PIX pelo seu celular ou outros dispositivos. Veja a seguir dicas para não ter erro ao usar sua chave.

Cuidado com as propostas

E-mails, mensagens de whatsapp ou até ligações falando sobre o PIX e pedindo seus dados pessoais raramente vão acontecer, então nunca passe seus dados pessoais se desconfiar de qualquer ligação ou contato estranho. Tudo o que chegar sobre o PIX será pessoal, ou seja, a notificação vai chegar na sua conta ou no máximo um alerta para cadastro através de mensagens de celular.

Alertas básicos devem continuar

Sempre que fazemos uma transação, conferimos muitas vezes os dados, o valor e tudo que precisa ser enviado, não é? Tudo isso deve continuar sem exceções, porque por mais que a transação seja mais simples (através da chave), sempre verifique se tudo está certo, tanto a chave destino quanto a sua mesmo. Informações simples podem complicar, então fique de olho.

Golpes por telefone

Estamos em um momento que é importante ficar de olho nos idosos. Isso porque muitos golpistas podem ligar para essas pessoas, fingindo ser funcionários de banco ou algo do tipo só para pedir seus dados pessoais. Dificilmente isso vai acontecer, então apenas desligue o telefone sem pestanejar.

Cadastros em dispositivos

Quando baixamos um aplicativo de banco, precisamos entender que todas as nossas informações ficam armazenada naquele celular. Com a PIX, não será diferente. Então, principalmente se for sem bloqueio de tela ou algo do tipo, sempre fique de olho no seu celular e se perder, imediatamente bloqueie todos as suas contas. Quando for caso de venda, apague tudo e desinstale.

Fácil para ladrões?

Nesta reportagem, um ex-diretor do banco central disse que não faria o PIX porque em caso de assalto, o ladrão pediria apenas a sua chave para roubar tudo o que tem. A declaração faz sentido, sim, mas já estamos convivendo com sistemas bancários por celular há alguns anos, então o risco do PIX facilitar a ação de ladrões é baixo. O que precisa ser feito é continuar de olho em tudo e se cuidar quando estiver com celular, principalmente se ele não tiver desbloqueou pelo touch ID, por exemplo.

Como funciona o PIX?

Se você tem um aplicativo bancário, possivelmente já recebeu notificações para cadastrar o PIX. Ele solicita qual identificação você vai escolher para sua chave, se é o CPF, e-mail, nome ou número de telefone e gera essa chave para ser transmitida a quem for enviar dinheiro para você. Basicamente, essa é a função principal do PIX.

As chaves do PIX

Assim como temos nosso número de conta e outros dados necessários para um TED ou DOC, as chaves do PIX serão sua nova identificação, ou seja, não vai precisar dar vários números de agência e conta, apenas uma chave, que será o CPF ou outro dado pessoal seu. É o seu apelido nas transações do PIX.

Transferências gratuitas

Entre bancos diferentes será possível não pagar taxas e ainda enviar o dinheiro em poucos minutos.É tudo muito seguro já que a ferramenta é regulada pelo Banco Central. Cada usuário vai poder ter até cinco chaves PIX em bancos diferentes. É interessante escolher o apelido que menos entregue seus dados pessoais para que não pare em mãos erradas, por exemplo.

Não tenha medo

É difícil o PIX errar o número de conta ou a chave de alguém, então não tenha medo de aderir a ferramenta. O dinheiro vai para o lugar certo e de maneira muito mais fácil, ainda sem taxas. Como já está valendo, é importante cadastrar o quanto antes, principalmente se transferências fazem parte do seu negócio ou rotina.

Conclusão

De todos os lados, é visível que o PIX chegou para facilitar. O que ainda vamos entender com o tempo e de que maneira vai ser vantajoso para os bancos, que de alguma forma estão abrindo mãos das principais taxas, como as que vem de TEDs e DOCS. Ainda sim, enquanto for de graça valerá a pena.

 

 

 

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…